13.1.11

"Olha, o novo logo do BPN!"



Mudar o nome da TV Cabo para Zon foi uma forma de fazer desaparecer de cena uma das marcas mais detestadas de Portugal devido à péssima qualidade do serviço prestado. Mas o sucesso da operação dependeu de: a) as pessoas não se aperceberem de que se tratava no fundo da mesma empresa; b) o seu serviço melhorar substancialmente.

Mudar a identidade corporativa do BPN parece à primeira vista uma boa ideia, porque a actual designação compreensivelmente assusta e afasta os depositantes.

O problema é que, permanecendo o BPN, por razões políticas, sob os holofotes da opinião pública, quase de certeza seremos informados a par e passo da transformação. Por muito excêntrico e inesperado que seja o novo nome, o mais provável é que, ao passarem nas ruas, as pessoas comentem: "Olha, o novo logo do BPN".

Depois, há o problema de fundo: enquanto não for vendido e recapitalizado, podemos estar certos de que as comissões de inquérito da Assembleia da República, os líderes da oposição e as televisões encarregar-se-ão de não nos deixar esquecer quão arriscado é, de facto, abrir conta no Banco Não Sei Quê, chame-se ele como se chamar.

Não haverá rebranding que o safe.

4 comentários:

GL disse...

Por acaso não concordo. Quando lembro dos vetustos BFBs, UBP ou BPA, desconfio que tudo é possível.

Luís Monteiro disse...

Concordo a 100%.

Consumering disse...

Finalmente um desafio à altura dos "criadores de marcas" serão eles capazes de apagar o BPN?

Pedro Matos disse...

Eu compreendo.
Claro que não podemos comparar a aquisição do serviço de televisão, telefone e internet com a abertura de uma conta bancária e consequentemente subscrição de produtos bancários, no entanto o desafio (superado) de rebranding da TV Cabo parece ter sido um sucesso. Todos sabemos que ZON é antiga TV Cabo sem capital da PT e penso, que todos nós vemos hoje empresa diferente, inovadora, evoluída e com uma política de qualidade aparentemente diferente. Porque não no BPN?