15.9.08

A sério?

Vinha no Briefing de há uns dias a seguinte pérola, que já no título traz uma revelação inédita, uma verdadeira bomba:

"Estudo AEP. Publicidade influencia compras".

A sério?!! Pois eu pensava que era só às vezes. E julgava, como já dizia o sempre citado lord Leverhulme, que nem sequer sabemos ao certo quais vezes.

Pois a notícia do Briefing dissipa todas as dúvidas:

"A publicidade no ponto de venda e na televisão, seguidos da imprensa, internet e rádio, foram identificados como sendo os principais influenciadores nas decisões de compra dos consumidores."

Mas há mais:

"Efectuado junto de 26.900 consumidores que frequentam grandes cadeias, o estudo revela que 83% dos inquiridos prefere comprar produtos nacionais"

E isto significará que 83% realmente os compram? Nem por isso, como se comprova no final.

"Ainda no âmbito desta pesquisa, concluiu-se que os consumidores com um poder de compra mais reduzido são os que indiciam mais tendência para a compra de produtos nacionais"

"Tendência" deve significar que os tais consumidores remediados são os que mais declaram essa intenção. O problema, como dizia o poeta, "é que há distância entre intenção e gesto".

Por fim, a ressalva decisiva: "o preço continua a apresentar-se como um factor decisivo no acto de compra para grande parte dos consumidores. Por isso, quando estes não são competitivos a opção acaba por ir para produtos estrangeiros". Oh! Nem quero acreditar.

Estão a ver como é importante fazer estudos e ler notícias? Sem eles, quanto não ignoraríamos sobre os misteriosos meandros da mente do consumidor!

4 comentários:

GL disse...

Rir ou chorar. Que venha o Diabo à escolha.
. . . . . .
Depois falam de crise na imprensa e no sucesso dos gratuitos.
Quem quer pagar para ler coisas destas?

neca disse...

Sim o Briefing as vezes deixa a desejar...

Consumering disse...

Medo. A AEP descobriu todas estas coisas e agora vai dominar o mundo.
Para já parece que os jornalistas do briefing ficaram enfeitiçados, quem mais se seguirá?
Eu próprio já começo a olhar para a publicidade com outros olhos.

Semi profissional disse...

Desvanesceram-se os meus sonhos...
E eu a julgar que tinha tirado um curso para coisa-nenhuma..
Afinal agora parece que é para ajudar ao sucesso das empresas, influenciando a decisão de compra dos consumidores! Nunca pensei!