22.10.07

A concorrência que não há

Se houvesse concorrência a sério nos nossos mercados financeiros, muita gente estaria agora a tirar partido dos evidentes embaraços do Millennium BCP para lhe roubar clientes e negócios.

O candidato mais óbvio, claro está, seria o BES, tirando partido do seu genial slogan "se não tens pais ricos..." Mas também o Montepio poderia aproveitar para tornar evidente a importância de os clientes serem donos do banco, como alega ser o seu caso.

5 comentários:

Anónimo disse...

Seria o velho, bom, surrado e eficiente "anúncio de oportunidade", tão comum no Brasil e que, no caso que cita, seria uma excelente oportunidade para ultrapassar a lei que impede referências directas aos concorrentes.

Mas a malta por cá tem muito respeitinho uns com os outros... isto é pequeno, nunca se sabe o dia de amanhã...

E chatear-se para quê?

O que assusta é ainda existir a marca BCP ou melhor, Jardim Gonçalves.

Edie Falco

João Pinto e Castro disse...

Atenção: a lei não proibe referências directas aos concorrentes, desde que assentes em factos objectivos e comprováveis.

João Lúcio disse...

O BES aproveitar o "se não tens mais ricos" para ligar à situação no BCP parece-me que seria um tiro no pé. O pai rico do BCP chegou-se à frente para liquidar um empréstimo... é essa a mensagem que o BES quer passar aos clientes, da dificuldade de pagar empréstimos?

João Lúcio disse...

mais = pais

hidden persuader disse...

Anúncio oportunidade também conhecido como "anúncio emboscada". Em Portugal ainda não há muito essa tradição, é pena! Ainda a semana passada lembrei-me de uma ideia para BP e as suas bilhas de gás ;)