12.1.09

Uma linha de negócio a explorar



Uma coisa que os estrangeiros apreciam em Portugal é o país ser um bocadinho atrasado, mas não muito atrasado.

O Presidente de uma empresa italiana com operações em Portugal disse-me uma vez: "Adoro o vosso país, faz-me lembrar a Itália de quando eu era pequeno." É claro que não se pode dizer isto da China, nem tampouco da Polónia ou sequer da Espanha.

As coisas semi-paradas no tempo têm um encanto muito especial, mas nós, que gostaríamos de ser vistos como uma nação moderna e teconologicamente evoluída, coibimo-nos de explorar esta linha de negócio.

É claro que, se o AICEP recorresse a esta linha de comunicação para promover Portugal, os seus dirigentes seriam linchados na praça pública.

Nostalgia é uma coisa em que somos bons. E, aparentemente, tem procura.

3 comentários:

GL disse...

O AICEP devia investir em divulgar Portugal em Hollywood.

Portugal tem quase tudo para ser a "Nova Itália".

João Pinto e Castro disse...

Claro, Gil. Só lhe falta, entre outras coisas, Roma, Florença e Veneza.

Armando Alves disse...

Só falta o link para a reportagem do BrandChannel com a Catarina Portas:
http://www.brandchannel.com/start.asp?fa_id=459