5.7.07

Resta-nos a Comissão Europeia



Aparentemente, este spot destina-se a estimular o público a ver mais cinema europeu.

Aparentemente, quem delineou a estratégia da campanha acha que a forma mais adequada de o fazer é prometer mais e melhor sexo. (Do que os filmes americanos? Isso era verdade há 40 anos, mas certamente não o é agora.)

Aparentemente, quem criou o anúncio acha que o claim "Let's Come Together" (duplo sentido: "vamos juntar-nos" ou "vamos vir-nos juntos") é uma boa forma de traduzir essa - digamos assim - ideia.

Em que estariam a pensar as pessoas que encomendaram, conceberam e aprovaram esta campanha? Em cinema, dificilmente; em sexo, certamente.

O cinema europeu tem muitos problemas. Não me ocorre nenhum que possa ser resolvido por uma campanha publicitária. Logo, se alguém com poder de decisão resolveu que é preciso fazer publicidade ao cinema europeu, não é muito grave que o filme seja estúpido.

Cada vez se encontra nas empresas menos gente disposta a estragar dinheiro desta maneira. Graças aos céus que ainda resta a Comissão Europeia.

Aqui entre nós, são coisas destas que dão mau nome à publicidade.

3 comentários:

Anónimo disse...

Céus, mas que filme estúpido. Se calhar o que quer dizer realmente é que a indústria de cinema porno europeia vai de vento em popa, agora que tem em seu seio os países de Leste.

Que estupidez. Que afronta aos grandes realizadores e actores e actrizes europeus. (não estavam a pensar em Fellini quando fizeram essa coisa, não? Digam que não, por favor) É a machadada que faltava para que a indústria do cinema europeu seja ridicularizada, rebaixada, aniquilada, humilhada e posta de rastos, com o pescoço comprimido pelo pé da indústria de cinema americana.

Parece que diz aos americanos: comam-nos. Somos uma cambada de putas e de parvos.

Preconizo lança-chamas nos pervertidos que puseram isso no ar. No mínimo, cadeia.

Edie Falco

Andreia disse...

Bem...ao menos este spot tem mais glamour que o sexo nos filmes europeus, em que é tudo muito muito escurinho, cigarrinho na mão e ar de boteco.

Certamente se quisesse ver um filme "sexy" não era com cinema europeu. Temos pena.

Agora, qualquer coisinha que puxe mais pela massa encefálica, que filmes de pipoca em riste, sim senhora.
Com isto não me parece que vão lá.

DarkLuneAngel disse...

Pela mensagem final mais parece que se vai ao cinema não para ver cenas eróticas/pornográficas, mas também para as fazer...
Isto é que é dar uma má imagem ao cinema europeu...quero ver como se vão safar de mais esta...