21.2.06

P.O.S.

De todos os pontos de contacto entre uma marca e o consumidor, o único que realmente interessa é o ponto de venda.

Porque, seja qual for o ponto de contacto (TV, internet, o verso ou a frente do bilhete de autocarro...), se não servir como ponto de venda, serve para quê?

6 comentários:

Smaug disse...

Discordo totalmente.

O ponto de venda normalmente só serve para isso mesmo, a venda. Correcto que é essencial, mas a comunicação marca/consumidor raramente se pode fazer de uma forma correcta no ponto de venda. Experimente perguntar se as Oreos têm gordura vegetal hidrogenada ao funcionario do caixa num hipermercado ou numa área de serviço, ou então disertar sobre o raio apertado de determinada cusva numa autoestrada com o portageiro.

O ponto de venda, normalmente, apenas é o local onde se vai buscar o produto. Os pontos de contacto são outros.

hidden persuader disse...

A TV, internet ... são "pontos de convite" para um contacto posterior. Se estes "pontos de convite" não conseguirem captar a atenção, despertar o interesse e passar relevância para o consumidor ... então o dito "contacto" com o ponto de venda torna-se ainda mais moroso :)

jayme kopke disse...

Então concordamos. Eu apenas acrescentei que os outros pontos de contacto, se não servirem como ponto de venda, servem para quê?

S. disse...

Se for um bilhete de autocarro, serve para ir até ao ponto de venda. ;)
Mesmo.

S. disse...

Os pontos de contacto servem para vender a imagem, o conceito, acenar com a cenourinha, criar apetência para ela, mas não a entregar. Senão, perde a graça e desvaloriza o acto do consumo.
Entendo onde o Jayme quer chegar, mas se todos os pontos de contacto fossem pontos de venda, perder-se-ia, de alguma forma, o desejo, o almejo, a vontade de adquirir. O tempo que medeia entre o momento em que conhecer o produto e aquilo que ele representa (numa campanha), e a sua aquisição, faz o consumidor incorporar a "personna" do produto, identificar-se com ele, torná-lo parte do seu universo, e "vestir a camisola". É este tempo de reflexão/introsamento que vai, no Ponto de Venda, distinguir esse produto dos concorrentes, e determinar a sua escolha.

Pedro G disse...

Concordo com mto do q diz excepto com a última afirmação. A maioria dos estudos recentes q conheço indica q 75% das decisões de compra (nos FMCG) são tomadas junto ao linear.
Ou seja, claro q a pub é importante para a construção da "opinião" q o shopper terá sobre o produto, mas parece q a comunicação no POS será mais decisiva na "hora da verdade".